Veja como é simples ajudar

Já que janeiro é o mês que convida as pessoas a cuidarem da saúde e bem estar mental, porque não fazer um convite para combater os problemas mentais em nossos queridos idosos? Eles tem tanto a nos ensinar e nós a agradecer que devemos cuidar muito bem de suas vidas.

Nós temos um ciclo definido na Terra, nascer, crescer, envelhecer e morrer. A transação do envelhecimento pode ser complicada, perceber o corpo mudando, enrugando, a dificuldade em realizar certas atividades que antes eram simples de serem feitas, enfim, tudo isso pode ser difícil de aceitar e por isso muitas doenças psicológicas têm sido reportadas em idosos.

Doenças mais reportadas

  • depressão;
  • ansiedade; 
  • isolamento social; 
  • transtornos alimentares; 

E a depressão é o problema que mais ataca a saúde e bem estar mental dos idosos. A depressão aparece por diversos fatores e as vezes nem identificamos que a nossa vó, o vovô, a irmã do vô ou a vó da vizinha precisam de ajuda. Neste artigo vamos aprender a identificar e previnir esse mal.

Depressão em Idosos

Segundo a psicóloga Lidiane Klein, há fatores de risco onde o idoso fica propício para desenvolver a depressão na terceira idade e precisam de observação, alguns deles:

  • Fica doente com frequência;
  • falta de pessoas que deem suporte social e de vínculos afetivos;
  • dores fortes demais;
  • déficits cognitivos;
  • cada vez recebe menos; 
  • vão ao psiquiatra;
  • uso de bebidas alcoólicas; 
  • momentos de stress; 
  • perdas de pessoas importantes;
  • possui um vazio dentro de si;
  • a vida deixou de fazer sentido;

Mas devemos saber qual a diferença entre estar triste estar com depressão

  1. Triste: é uma maneira do ser humano transmitir um sentimento quando algo nãao aconteceu como ele esperava, é um instante para refletir e preparar novas ações futuramente
  2. Depressão: é muito mais que estar triste. É uma doença da mente, que envolve a pessoa e afeta o seu humor, a maneira de se comportar e de pensar

Os sintomas da depressão segundo a Psicóloga Lidiane são: 

  • Perda ou aumento de apetite;
  • o que antes dava prazer em fazer passou a não fazer sentido;
  • falta ou aumento na vontade de dormir;
  • falta de auto estima, deixa de cuidar da aparência;
  • não possui energia;
  • A pessoa está se sentindo triste, angustiado, ansioso e irritado;
  • Pensamentos recorrentes de morte ou suicídio;
  • Mais suscetível a ficar doente;
  • Perda da vontade sexual;
  • falta de memória, raciocínio e dificuldade em se concentrar;
  • sente-se menos alegre;

Atenção

Procure um médico para diagnosticar os sintomas, pois algumas doenças podem ter os mesmos sintomas que a depressão e cada pessoa tem reações diferentes. Uma pessoa com depressão deve a maioria dos sintomas, na maior parte do dia, quase que todos os dias por no mínimo duas semanas.

Tratamento

O tratamento é feito por meio de remédios e conversas com psicólogos. Os remédios são usados para afastar os sintomas e as conversas com os psicólogos são para identificar os problemas. 

Consequências do não tratamento da depressão

A pessoa quando não é tratada pode sofrer Pseudodemência, que é uma doença que causa problemas de memória, atenção, linguagem e funções executivas.

Dicas para prevenir a depressão

  • Possuir uma vida social ativa;
  • Ter relações saudáveis com a família, ir a encontros de terceira idade e manter contato com os amigos;
  • Fazer atividades físicas regularmente;
  • Não dar mais atenção a coisas negativas;
  • Tratar a si mesmo bem e ser uma boa companhia; 
  • Controlar as próprias emoções e entender que nem sempre estar certo é bom, prefira estar em paz;
  • Ter uma alimentação saudável;
  • Ir regularmente ao médico;
  • Pense em algo que dê sentido para levantar todos os dias pela manhã;

Vale reforçar que o material usado foi elaborado pela psicóloga e orientadora do curso de cuidador de idosos da Unialcance Lidiane Klein. Uma reflexão muito válida que a Lidiane fez foi sobre como envelhecer pode ser duro, então procure ser otimista e ver o lado positivo, a experiência adquirida, as coisas boas que já viveu e vai viver. Ciclos se fecham para que outros se abram, há pessoas que querem aprender suas experiências e nada melhor que compartilhá-las. 

‘’Estudos evidenciam que pessoas otimistas com o processo de envelhecimento vivem em média sete anos a mais que as demais…

Embora não possamos mudar os reveses da vida, a gente pode escolher como enfrentar!!’’ afirma Lidiane Klein.

Então se você está enfrentando um problema procure ajuda. Caso você conheça ou tenha um familiar que necessite de tratamento, vá até um especialista e procure tratamento. Cuide de quem sempre esteve do seu lado.

Espero que este artigo tenha lhe orientado a identificar quando alguém que você ama está passando por dificuldades.

E se há algum assunto que você gostaria de tratar, venha até nossas redes sociais Unialcance ou @unialcancedoisirmaos e deixe seu comentário 

Até o próximo!

Artigos Relacionados

Respostas